25 de dezembro de 2020

Grandes Heróis Marvel # 02 – O Natal do Homem-Aranha:

A primeira história conta uma inusitada aliança: Homem-Aranha e o Vigia. Apesar do seu voto de nunca interferir com o destino da humanidade, o vigia guia o Homem-Aranha em uma busca que conduz a um final lindo e emocionante.
Na segunda historia, Luke Cage se envolve estranhos ataques na noite de natal. Apenas para descobrir que a cidade esta ameaça da por uma bomba. E quem acaba ajudando Luke a salvar a noite é um personagem que desce pela chaminé.
Na terceira história, o Coisa do Quarteto fantástico se ver obrigado a se juntar com um velho desafeto, o Mestre dos Bonecos, pai de sua noiva Alicia. Os três acabam indo parar em uma pitoresca cidadezinha que esconde habitantes surpreendentes. No final, vemos que até mesmo um velho vilão é capaz de um gesto de bondade.
Na ultima história, surgem muitos dos principais heróis da Marvel envolvidos em uma verdadeira batalha ... de bolas de neve!

22 de agosto de 2017

O Copo D'água


O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo d’água e bebesse.– "Qual é o gosto?", perguntou o Mestre.– "Ruim" disse o aprendiz. O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago. Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago, então o velho disse :– "Beba um pouco dessa água". Enquanto a água escorria do queixo do jovem, o Mestre perguntou:– "Qual é o gosto ?"– "Bom !", disse o rapaz.– “Você sente gosto do sal ?", perguntou o Mestre.– "Não", disse o jovem. O Mestre então sentou ao lado do jovem, pegou sua mão e disse :– A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende do lugar onde a colocamos. Então quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido das coisas. Deixe de ser um copo. Torne-se um lago...

Autor desconhecido

(Citação do filme: Patch Adams. O amor é contagioso. Direção de Tom Shadyac)

A Última Canção de Conan

Poema de Lin Cater, adaptado por Roy Thomas e desenhado por Jess Jodloman. Em versos, de forma bela e comovente, Conan enfrenta o seu último e derradeiro inimigo ... aquele que, cedo ou tarde, todos devem enfrentar, mesmo sabendo que ele jamais poderá ser vencido.

Era árdua e longa a estrada.
E no céu, a lua branca e fria punha pálidos raios na madrugada 
Anunciando o nascer do dia.
Ladrões, prostitutas, reis e guerreiros
magos, patifes, bardos, feiticeiros
caminhavam junto a mim por onde eu ia.
O vento cortava qual lâmina afiada
Á medida que soprava dos mares bravios.
Agitava barracas e árvores da estrada
gemendo nos galhos como espectros sombrios.

No entanto, eu, numa luta renhida
de saques e luxuria,
bebi o vinho da vida
até o fim dos meus brios.


Bravo e selvagem eu vim do Norte 
para as cidades que iam me perder. 
Com ferros e tochas entreguei-me a sorte 
e com sangue venci o que se há de vencer. 
Joguei no diabo e alcancei a vitória, 
esplendor, fama, estonteante glória, 
Sem jamais o sorriso da morte temer.

Inimigos surgiram, para eu derrotar 
e amigos leais em quem me fiei. 
Conquistei coroas para depois desprezar 
e lábios ardentes com luxúria beijei.

Se canções eu cantei com toda a alegria
e vinhos sorvi até a noite virar dia,
então que importa se um dia morrerei ?
O ouro arrebatado, as jóias deslumbrantes... 
tudo o que tinha, em pó foi transformado. 
E da vida vivida em horas delirantes, 
traguei o melhor que ela podia ter me dado. 
Hoje, a cova profunda e a noite vazia, 
O mundo, um crânio mofado que asfixia. 
contudo, me rio dos deuses, amargurado.

Na região maldita por onde ia a estrada 
de terra ressequida, não indicando o fim, 
minha gente seguia alegre e alvoroçada, 
pois o caminho mais fácil não encontraria assim.

Vadio e zombeteiro, com terror à espreita, 
a estrada da vida sorria à minha direita... 
e os abutres da morte zombavam de mim. 
Caminho poeirento, longo de tal sorte... 
Crom, hoje vejo como um homem enlouquece ! 
Sou velho, cansado e a morte se fez forte, 
consumindo minha carne que com os anos esmorece !

Brava e selvagem, era assim minha gente 
que cantava e sorria, cavalgando contente, 
Lutando e matando sem deus e sem prece ! 
Sacerdotes espertos contavam do tesouro 
Com que seu paraíso podia ser comprado. 
E das almas malditas que como um agouro 
gemiam no suplício que lhe foi destinado.

Para o inferno, os sacerdotes com seu ouro e riquezas ! 
Descerei a garganta que leva as profundezas, 
E lá, hei de deixar o diabo destronado. 
Se enfrentei a vida com audácia e sem medo. 

Por que recuar agora, se a morte me sorrir ? 
A vida não passa de um jogo, um brinquedo, 
com o qual, junto à morte, eu só me diverti.

Adeus, meus amigos de horas sombrias... 
rainhas e criadas de pele macias... 
não lamento o que fui em noites vadias, 
nem os passos na estrada que finda os meus dias.. 

AQUI !

Publicado na Espada Selvagem de Conan No 07 pela editora abril em 1985.

21 de agosto de 2017

Como Organizar suas Revistas em Quadrinhos




Um dos meus maiores problemas ultimamente, tem sido organizar minhas revistas em quadrinhos (já fazia muito tempo que não tentava arrumar). Além disso, é sempre complicado quando se quer achar determinada revista , ou ainda se falta algum número na coleção, e assim vai... Então achei em um blog, uma maneira relativamente simples de resolver estes problemas : Embora existam programas especializados em cadastro de revistas, livros , cd, etc ... pode-se usar as planilhas eletrônicas do Excel para organizar as revistas :


1.     Organize as revistas em caixas por ordem alfabética. Ao invés de tentar manter as caixas em uma ordem alfabética como todas as revistas com A em uma caixa, B na outra, mantenha as revistas organizadas por tema. Não importa quais revistas estejam em cada caixa, o que importa é que as revistas estejam em ordem alfabética dentro da caixa. Não embaralhe as revistas, pois o que vai ocorrer se tiver muitas revistas com B na caixa 3 e a caixa 4 tiver só C? criar uma caixa 3,5 para mais revistas com B ? É muito mais difícil organizar a coleção desta maneira.

2.     Numere cada caixa de maneira visível na frente (não na tampa). Não importa quantas você tenha, ou o que está nelas, pois você vai usar a planilha para catalogar o conteúdo de cada uma depois.

3.     Crie uma planilha. Você criar as colunas de acordo com a sua coleção. Eu usei as seguintes colunas : título, editora, número, data, categoria (períodico, edição especial, mini-série, etc), estado (ótimo, boa, regular, ruim, etc), localização (armário, prateleira, caixa, etc) e comentários. Use uma linha para o cabeçalho, e congele-a de modo a não tirá-la da tela - isto vai tornar mais fácil depois, quando a lista ficar grande demais.
  


4.     Transfira as informações de cada caixa para a planilha. Isto é bem direto. Pegue as revistas de cada caixa uma a uma, e digite as informações na planilha. Devolva as revistas para a caixa em ordem alfabética; não se preocupe em ordenar a planilha ao inserir os dados, pois o programa fará isto por você depois.

5.     De agora em diante, você vai ser capaz de organizar sua coleção facilmente do modo que quiser, e pode ordenar por título, por número de caixa, etc. Aqui mostraremos como fazer no Excel - você vai além do simples ordenar de A a Z.

6.     Selecione a coluna de título, e escolha DADOS nas ferramentas acima, e ORDENAR( OU CLASSIFICAR).
O Excel vai lhe dizer que há dados ao lado da seleção que não estão ordenados, e irá lhe perguntar o que fazer. Escolha expandir a seleção e clique em ordenar ou classificar novamente. Na janela , vai aparecer a primeira coluna como primeiro nível de classificação. Adicione o segundo nível de classificação e depois o terceiro. Deste modo, sua planilha vai ser ordenada de acordo com os critérios que você escolheu. Eu escolhi, Título, editora e número.



7.     Depois da primeira vez, vai sempre ficar deste modo. Agora pode clicar em OK - todas as revistas estão agora em ordem alfabética na planilha, e o programa lhe dirá em que caixa elas estão.

8.     Além disso, usar o auto filtro para seleciorar as revistas de acordo com os parametros escolhidos. para fazer isso, selecione a coluna de título, clique em DADOS, depois em FILTRAR e por fim em AUTOFILTRO, e pronto, ao lado de cada título vai aparecer um pequena seta, clicando sobre ela você pode escolher suas opções de filtro. Observe que você pode filtrar em mais de um título, de modo que você pode selecionar, por exemplo todas as edições especiais , de uma determinada editora.



9.     Você pode usar uma guia da planilha (aquelas "orelhas" que ficam na parte inferior da planilha) para cada editora, como por exemplo, Marvel, DC, Vertigo, Etc. Basta renomear as orelhas (plan1, plan2, etc) pelo nome da editora.

DICAS
  • Não coloque as revistas muito apertadas, vai ser mais difícil de tirá-las depois. isto também serve para auxiliar na conservação das revistas.
  • Não se preocupe em contá-las até que a caixa esteja cheia. Só se preocupe em colocar novas revistas nas caixas em ordem alfabética.
  • Mantenha uma cópia de segurança (backup) em um CD ou DVD, no seu email, ou em outro lugar seguro.
  • Quando tiver contado uma caixa, imprima uma cópia da planilha e cole na caixa; se estiver com os autofiltros ligados, você vai poder exibir na tela somente as revistas de uma determinada caixa. Você pode selecionar um número de caixa e ver quais revistas estão lá, ou selecionar um título e descobrir em que caixa está.
MATERIAIS NESCESSÁRIOS
  • Um computador
  • Um programa de planilha eletrônica OpenOffice Calc ou Microsoft Excel
  • Tempo. Muito ou pouco, dependendo de sua habilidade em digitar.
  • Um marcador para escrever os números de cada caixa na frente.
Aqueles que possuem um maior conhecimento de informática e uma maior familiaridade com o Excel, talvez não tenha encontrado nenhuma novidade neste post, mas para aqueles que não são "experts" em computadores, podem achar algumas boas dicas aqui. Espero que gostem.

Copiado e adaptado "quase" descaradamente de Wikihow

6 de junho de 2013

Hospital usa fórmulas de super-heróis no tratamento de câncer infantil

Hospital usa fórmulas de super-heróis no tratamento de câncer infantil

A JWT Brasil criou uma ação para o Hospital A.C. Camargo capaz de encher de lágrimas os olhos de qualquer um. Para mudar a percepção negativa de crianças sobre o tratamento contra o câncer, a agência contou com a trama de super-heróis, deixando os pequeninos mais confiantes em meio a momentos tão delicados.

Para isso, os soros de quimioterapia ganharam uma nova roupagem. Uma embalagem com cores e brasões de heróis da DC Comics dão aos medicamentos o visual de “superfórmula” capaz de ajudar os heróis a superarem as adversidades.


Fonte da imagem: Divulgação/JWT Brasil
As crianças receberam HQs com a luta dos heróis contra vilões poderosos, mostrando que a solução estava na cura dos personagens principais, garantida pela “superfórmula” criada por médicos experientes. A fórmula dos quadrinhos era exatamente igual àquela que os pacientes recebiam no hospital. Para completar ostorytelling, foram feitas adesivagens em alguns espaços do hospital, que ganhou “Halls da Justiça” no lugar de quartos.

25 de outubro de 2012

A Morte de Batman




Embora a morte de Batman seja um assunto um tanto quanto discutido hoje em dia, não é a primeira vez que a DC Comics trata deste assunto. Em setembro de 1980, a saudosa editora EBAL publicou a “Morte de Batman” na edição no 3 da revista “Álbuns em Quadrinhos”.
A Historia se inicia com uma resumida explicação da existência da Terra-2. Sim, nesta época era muito comum as historias que se passavam em realidades alternativas, e a Terra-2 era um dos cenários mais explorados.
Nesta trama em particular, a versão alternativa da nossa Liga da Justiça era a gloriosa Sociedade da Justiça, que era formada por “gêmeos” dos nossos famosos heróis, como Superman, Mulher Maravilha e por personagens exclusivos daquela realidade como, por exemplo, a Poderosa e o Sr Destino.
Nesta época e realidade, Bruce Wayne tornou-se o Comissário de Policia de Gotham City após ter abandonado o Manto do Morcego em uma trágica aventura em perdera sua esposa, ninguém mais ninguém menos, que a Mulher Gato, deixando órfã sua filha Helena Wayne, que mais tarde se tornara a Caçadora e integrou a Sociedade da Justiça.
A Cidade de Gotham é atacada por um maníaco com incríveis poderes e que exige a presença do Comissário de Policia Bruce Wayne ou destruirá a cidade. Após o maníaco derrotar facilmente a Sociedade da Justiça, Bruce Wayne percebe que sua única saída é retomar sua missão como “cruzado de capa” e salvar a cidade.
A volta de Batman foi determinante para vitória da Sociedade da Justiça, porém lamentavelmente, o Homem-Morcego morre no cumprimento de sua missão, juntamente como o fanático Bill Jessen. A Morte do herói causou grande abalo aos heróis e a cidade, uma vez que durante o a luta com Bill Jessen, Batman teve sua identidade revelada. E conseqüentemente a identidade da Caçadora, Helena Wayne e de Robin, o Embaixador Dicy Grayson, acabaram se tornando publicas.
Depois dos ânimos acalmados, a Sociedade da Justiça parte em encalço do assassino, com um mistério em mente: Como um Homem normal como Bill Jenssen conseguiu poderes para derrotar a Sociedade e assassinar Batman ?
Após derrotarem diversos monstros místicos, os heróis acabam capturados pelo misterioso vilão chamado Frederic Vaux, que pretende eliminara presença e a lembrança de todos os heróis da Terra.Porém, graças ao Sr Destino e força do bem presente nos homens comuns, o vilão é derrotado.
E como um ato final em homenagem ao Cavaleiro das Trevas, o Sr Destino consegue restaurar a realidade, com uma pequena alteração; Embora não seja possível ressuscitar Bruce Wayne, é possível apagar a descoberta da identidade secreta de Batman. A partir de então, a humanidade se lembrará de Batman e Bruce Wayne como heróis que morreram no cumprimento de dever, mas como pessoas diferentes.
Desse modo, o legado do Morcego pode continuar a existir nas presenças dos Heróis Robin e Caçadora, agora com suas identidades novamente secretas. A final...
“Os Homens morrem, mas as Lendas são Eternas”.
História de Paul Levitz e Desenhos de Joe Stanton

18 de outubro de 2012

Binho e Quinha


Binho e Quinha são personagens de um simpático amigo , Eberton Ferreira , que inspirado pela própria vida produz uma série de aventuras de crianças que poderiam fazer parte de nossa própria infância. 
As histórias desse zine bem brasileiro  se passam em São Gonçalo, Niterói, Maricá... e os personagens são uma mistura de ficção e com características de pessoas reais... inclusive um dos personagens , o "tio Barbinha", é baseado no próprio autor ! Vale a pena soltar a criança dentro de todos nós e conferir essas divertidas aventuras. É só fazer o download gratuito no site do autor

Visite o Site : Fanzines Ton                               

Curta a página : http://www.facebook.com/FanzinesTon


Grandes Heróis Marvel # 02 – O Natal do Homem-Aranha:

A primeira história conta uma inusitada aliança: Homem-Aranha e o Vigia. Apesar do seu voto de nunca interferir com o destino da humanidade,...