26 de janeiro de 2014

Visões 2020 - Tesão de Viver

-->
Na Manhattan de 2020, quem não for creditado não e nada. Se você não tem o jeito certo de ser – Se não for um dos privilegiados cidadão cuidadosamente escolhidos para pilotar a economia eletrônica global -, não poder morar dentro da Muralha, uma enorme estrutura que cerca e isola toda a cidade.
Se você esta fora, a Muralha não vai alimentar, educar ou proporcionar nenhum luxo a você. Também não ira protegê-lo do crime, do desconforto e das novas epidemias viróticas que aterrorizam a população. Em vez disso, ela vai prendê-lo no lado de fora, abandonando-o pra viver de sobras, como um camponês medieval as sombras dos portões de um castelo. Vai transformá-lo num velho cansado e amargo... como Alex Woycheck.
Woycheck ia bem ate 2008, quando a indiferença, a desilusão e os piquetes contra o voto da Nova Direita destruíram o tradicional sistema bipartidário e permitiram que uma dinastia intelectual feminista assumisse o poder. Quando a nova administração moralista tornou ilegais as publicações eróticas, Alex Woycheck virou um marginal da noite para o dia. Agora ele vive nas ruas pobres e anárquicas da cidade, tentando manter seu corpo decrépito e sua alma sofrida caçando clássicos pornográficos ilegais para vendê-los a ricos colecionadores que habitam atrás da Muralha...


 01       02       03