2 de maio de 2012

Boris Vallejo - Pack de Imagens de Super-Heróis

Boris Vallejo nasceu em 1941, em Lima, Peru. Estudou violino e também medicina. Deixou o curso de medicina para estudar artes e ingressou na Escola Nacional de Belas Artes. Como em Lima não havia grandes oportunidades e reconhecimento decidiu emigrar para os Estados Unidos em 1964. “Minha idéia era trabalhar alguns anos, voltar ao Peru e abrir uma agencia de publicidade.” Partiu para os Estados Unidos sem ter o mínimo de conhecimento do inglês. 
Apaixonado pelos surrealistas Rene Magritte e, especialmente Salvador Dalí, na década de 70 Vallejo ficou impressionado com a arte de Frank Frazetta (1928-2010), “Suas figuras tão dinâmicas, personagens musculosos e as mulheres voluptuosas; toda essa energia me abriu os olhos para este tipo de ilustração que eu estava prestes a desenvolver”. Boris estava também muito interessado em fisiculturismo e a “fantasy art” lhe oferecia a oportunidade de trabalhar com a figura humana. 
Nas quatro décadas que Boris viveu nos Estados Unidos, publicou mais de vinte cinco livros com suas pinturas e gravuras, além de ilustrar livros, capas de filmes e discos de bandas, HQs, entre outros e, é hoje o artista mais bem sucedido na área da ficção, erotismo e “fantasy art”. Marvel Comics, Paramount Pictures, Ford Motor Company, Sony, Nike, Vintage Books estão em sua longa lista de clientes. 
Boris viveu 17 anos em New York depois mudou-se para Maplewood, New Jersey. Finalmente fixou residência em Allentown, Pensilvânia onde agora mora em uma casa com grandes jardins e dois ateliês.
Casou-se com a artista e fisiculturista Julie Bell em 1994, com quem além ajudar nas obras também trabalha nas de própria autoria (obras estas bem parecidas com a de Vallejo).
Boris e Julie Bel

Boris Vellejo viaja o mundo chamado para apresentar palestras e expor suas obras, mas nunca recebeu um convite de seu país de origem,o Peru. “Claro que meu sucesso foi construído nos Estados Unidos, mas como eu queria ter uma relação mais próxima com o meu país”