2 de abril de 2008

CQQ 13 - Mortadelo e Salaminho

-
Mortadelo e Salaminho (Brasil) ; Mortadela e Salamão (Portugal) são dois personagens criados em 1957 pelo autor Espanhol Francisco Ibáñez, que eram, inicialmente, uma paródia de Sherlock Holmes e Dr. Watson. Tiveram sua primeira história publicada em 1958, na revista Pulgarcito, da Editorial Bruguera.
Mais tarde se consolidaram como dois detetives da T.I.A. (Técnicos de Investigações Aeroterráqueas), paródia da CIA) que se vêem metidos nas mais insólitas trapalhadas graças à má sorte do agente Salamão (Salaminho) e ao talento frequentemente inútil de Mortadela (Mortadelo) para os disfarces.
A bagunça começa quando nasce uma criança estranha. Por lembrar muito uma mortadela, seus pais lhe dão o nome de... Mortadelo! Quando cresce, ele passa a adorar se disfarçar e assustar a todos. Por isso, Mortadelo e sua família são expulsos de onde moram, indo para outra cidade. E neste local nasceu outro garoto complicado. Chamado Salaminho, ele demonstra não ter aptidão para nada que não seja aprontar grandes confusões. Mortadelo, já um jovem, arruma seu primeiro emprego como assistente do Professor Bactério, que desenvolve um experimento com um novo tipo de tônico capilar. O problema é que deixa Mortadelo completamente careca e revoltado!

Quando os dois jovens estão desesperados por um emprego, encontram o anúncio de uma agência que precisa de um chefe e assistente. Ambos mal se encontram pela primeira vez e já saem "na mão", disputando o cargo de chefia, que fica, em definitivo, com Salaminho.
Após falir a agência e destruí-la literalmente, encontram outro classificado: A T.I.A (Técnicos de Informação Avançada) está realizando um vestibular para agente secreto. Embora sejam reprovados em todos testes, como só os dois se apresentaram, conseguem os empregos.
Assim, se inicia a incrível carreira dos agentes secretos mais azarados e atrapalhados do palneta, sempre fazendo tudo da maneira errada, em meio aos engraçados e originais disfarces usados por Mortadelo, entre eles borboleta, caracol, cavaleiro, polvo, avestruz, ginasta, pescador, músico, árabe, e tudo aquilo que ele puder imaginar.
Em meio isso tudo, não podemos esquecer das mirabolantes invenções do Dr Bactério, quase sempre funcionam de maneira inesperada . E ainda a participação do Super, o chefão da TIA que sempre perde a paciência e vive socando os nossos heróis.e para dar um toque de romance a trama, foi criada a personagem Dona Ofélia, uma gorda secretária da agência, completamente apaixonada por Mortadelo, que não retribui esse amor. Por essas e outras, ela normalmente está correndo atrás da dupla, na tentativa constante de espancá-los.
=


-
Um dos atrativos das historias, e que a s mensagens entregues aos nossos agentes sempre chegam de forma completamente absurda e sempre se autodestroem de forma mais absurda ainda, como por exemplo, um rádio de pilha japonês, após passar a mensagem secreta ao agente, tem uma portinhola por onde sai um... japonês, que destrói o aparelho a machadadas e vai embora!
Um dos méritos da obra é a impressionante capacidade do autor de criar gags visuais, uma atrás da outra, em seqüências hilariantes. Embora ele se declare fã de Abott e Costello e de Chaplin, é difícil não comparar suas tramas também com séries como O Gordo e o Magro e Os Três Patetas.
Outro ponto divertido é que não faltam participações famosas nas histórias. Entre outros, o Príncipe Charles e o General Pinochet já deram as caras. Super-heróis também costumam fazer rápidas aparições, como o Super-Homem e Tarzan.
=


=
Por tudo isso, os personagens extrapolaram os limites de sua terra natal, e são conhecidos em paises como Finlândia, Itália, Dinamarca, Alemanha e Holanda.
No Brasil, a dupla foi publicada pela RGE (Editora Globo), numa coleção mensal que saiu em bancas, primeiro em formato grande e depois em formatinho, e também pela Editora Cedibra, em belíssimos álbuns, que causam acirradas disputas comerciais de colecionadores em sebos e sites de leilões virtuais.

-=
Ibáñez escreveu e desenhou já vários álbuns desta série, todos com o mesmo sentido de humor quase surreal, que se encontram traduzidos em diversas línguas mas desfrutam de enorme sucesso sobretudo na Península Ibérica.
Suas histórias foram vendidas ao redor do mundo. Recebendo diversas versões do seu nome original espanhol (Mortadelo y Filemón). Segue abaixo alguns dos nomes que estes simpáticos e atrapalhados agentes secretos recebem.

Paling & Ko em neerlandês
Flink och Fummel em sueco
Flip & Flop em dinamarquês
Mortadel et Filémon em francês (também Futt et Fil)
Fortune & Fortuni em italiano (também Mortadella e Filemone)
Αντιριξ και Συμφωνιξ (Antirix kai Symphonix, pronunciado Andirix ke Simfonix) em grego
Älli ja Tälli em finlandês
Clever & Smart em norueguês, checo e alemão
Zriki Svargla & Sule Globus em servo-croata
Mortadel•lo i Filemó em catalão
Dörtgöz ve Dazlak em turco
Mortadella em italiano (também Romano Prodi)

Além do sucesso com os quadrinhos , foi lançado em 2003, quando os personagens faziam 45 anos de criação, um filme para o cinema com uma adaptação incrivelmente fiel das aventuras e desventuras dos nossos azarados heróis,A GRANDE AVENTURA DE MORTADELO E SALAMINHO, que hoje já se encontra disponível em DVD.
.
Sinopse
.
O Professor Bactério (Janfri Topera) criou sua principal invenção, o DDT (Desmoralizador de Tropas), que pode também ser uma perigosa arma se cair em mãos erradas. É justamente o que acontece, quando a invenção é roubada por Nadiusko (Janusz Ziemniak), a mando do ditador da Tirania. Para recuperar o artefato é enviado Fredy Mazas (Dominique Pinon), o detetive mais qualificado da atualidade, que viaja disfarçado. Quando a agência secreta TIA recebe a notícia de que Mazas morreu, em seu lugar são enviados os atrapalhados agentes Mortadelo (Benito Pocino) e Salaminho (Pepe Viyuela), que com a ajuda de Ofelia (Berta Ojea) precisarão recuperar a invenção.
O Filme tem a direção de Javier Fesser, com roteiro de Javier Fesser e Guillermo Fesser, foi lançado na Espanha em 2003.

Elenco
=
Benito Pocino (Mortadelo)
Pepe Viyuela (Salaminho)
Dominique Pinon (Fredy Mazas)
Paco Sagarzazu (Calimero)
Janfri Topera (Prof. Bactério)
Berta Ojea (Ofelia)
María Isbert (Mentxu)
Emilio Gavira (Rompetechos)
Germán Montaner (Klaus)
Janusz Ziemniak (Nadiusko)
Paco Hidalgo (Toto)
Javier Aller (Mickey)
Mariano Venancio (Super)
=
Este filme ganhou 5 prêmios no Goya, nas seguintes categorias: Melhor Maquiagem, Melhor Edição, Melhor Desenho de Produção, Melhor Direção de Artes e Melhores Efeitos Especiais. Foi ainda indicado na categoria de Melhor Figurino.

Em 2008 a dupla estreou o seu segundo filme. MORTADELO E SALAMINHO – MISSÃO: SALVAR A TERRA, é o título da mais nova aventura cinematográfica dos agentes da T.I.A. que, como sempre, vão se meter em muitas confusões na missão que o título designa. A direção do filme está a cargo de Miguel Barden, com roteiro de Carlos Martin, Miguel Barden e Juan Vicente Pozuelo. A produção é da Zeta Audiovisual Y Ensuenõ Films. A produção estreou nos cinemas espanhóis no dia 25 de janeiro de 2007.


]-
-
Sinopse


Na trama, o mundo enfrenta uma crise sem precedentes quando um grupo de malfeitores começam a acabar com todas as reservas de água no planeta. Para piorar a situação, o perverso vilão Botijola pretende transformar a bebida que leva seu nome em uma substituta para a água natural, e para isso, ele precisa se livrar dos agentes secretos mundiais, que estão reunidos numa tentativa de solucionar e descobrir os causadores do caos mundial da água. Após arrasar com os agentes, Botijola necessita ainda de um milagroso aparelho inventado pelo gênio científico da T.I.A., o Profº Bactério, para levar seu plano adiante. Mas Bactério esconde as peças de sua máquina em diferentes períodos da história, graças a uma máquina do tempo. Cabe agora aos únicos agentes que sobraram, Mortadelo e Salaminho, resgatar o aparelho, com a mesma máquina do tempo, e frustrar os planos malignos de Botijola. A questão é se os dois atrapalhados agentes vão conseguir realizar sua missão sem bagunçar a história, e ainda serem capazes de encontrar e devolver as reservas de água roubadas do mundo.

.
-
Elenco
-
Eduard Soto (Mortadelo)
Pepe Viyuela (Salaminho)
Emilio Gavira (Miopinho)
Andrés Gash (Elton Matraca)
Berta Ojea (Ofélia)
Janfri Topera (Prof. Bactério)
Mariano Venancio (Super)
Berta Ojea (Ofelia)
Carmem Ruiz (Toribia, Irmã de Mortadelo)
Carlos Santos (Botijola, O Vilão)


-



Após mais de meio século, Mortadelo e Salaminho, os atrapalhados agentes da TIA,que transformaram-se na dupla mais famosa da banda desenhada espanhola, com 179 álbuns publicados, vendas na casa dos 150 milhões de títulos, publicações em 14 países, uma série de desenhos animados, 2 filmes em 2003 e 2008, são personagens que vão permanecer para sempre na memória dos fás dos atrapalhados agentes quase secretos.

-

Fontes:


  • Wikipédia
  • Universo HQ
    -
Visite também :

Este post faz parte da edição número 13 do Carnaval de Quadrinhos das Quartas, isso mesmo, 13, e para não dá azar, resolvemos escrever sobre o tema Sorte e Azar nos quadrinhos. Como você viram acima eu escrevi sobre uns dos agentes secretos mais azarados e atrapahados que eu conheço. Para ler os azarados escolhidos pelos outros blogs participantes clique nos links abaixo :

Gata Negra no Centurions

Diversos Heróis na Toca do Calango

Ruínas (Marvel) no O Busilis

Sortudos são Mutantes ? no Blog do Hiroshi